Foto: Reprodução de https://www.sympla.com.br/esquenta-para-o-8-forum-mundial-da-agua__249198

Jovens de São Paulo, Belém, Belo Horizonte, Montes Claros, São Luís, Campinas e Piracicaba participam a partir das 14h de hoje (3) do Esquenta para o 8º Fórum Mundial da Água. Além de produzir material para ser exibido durante o fórum, no evento de hoje, os grupos se encontram em cada uma dessas cidades para redigir a Carta dos Jovens. A ideia é que essas cartas se juntem a outras produzidas por participantes, com até 35 anos de outros países, como Estados Unidos, Índia e Honduras e virem um documento coletivo que será apresentado no fórum, que ocorre em Brasília de 18 a 23 de março.

Segundo Tatiana Silva, uma das mobilizadoras do esquenta, o objetivo principal do evento é envolver o jovem nas discussões promovidas pelo Fórum Mundial da Água. “O primeiro objetivo é sensibilizar e conectar esse público para que ele saiba que existe esse evento. Queremos encorajá-los a participar, saber a opinião deles”, disse.

A mobilização foi feita pelas redes sociais com o apoio de organizações e lideranças que já trabalham com a causa da água, como a Jovens pelo Saneamento. Esta semana, o esquenta ocorreu em Cuiabá. Curitiba e Teófilo Otoni (MG) promovem o evento na semana que vem.

“O Fórum é um gancho muito importante para a gente estimular, por meio de um instrumento formal, as pessoas a participar de outros eventos pós-fórum”, ressaltou Tatiana Silva. Nesse sentido, de não deixar o debate enfraquecer com o fim do fórum, ela acrescentou que há intenção de mapear inciativas marcantes entre os jovens e as melhores experiências para contribuir com a Meta 6 das Organizações das Nações Unidas – água e saneamento para todos – e transformá-las em uma publicação.

Fonte: Agência Brasil – EBC
Edição: Talita Cavalcante
Comente no Facebook

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here